Copo de Café

copo-de-cafe.jpg

Frio e por acabar jaz na secretária um copo de café.

Já foste quente e sádio, a borbulhar cheio de espuma. Materialização fisica de um arquétipo que faz sentido no aqui e no agora.

Daqui a milhões de anos já não existirás, o plástico que te forma ter-se-á evaporado na penumbra da matéria e o liquido que em ti resta centrifugado pelos elementos.

No entanto o conceito que te deu origem irá persistir até ao fim dos dias… algures no universo… voltarás a existir, num formato por inventar e com um nome impronúnciavel… pelo menos para nós forma de vida que te consome, no aqui e no agora… vagarosamente enquando…café.

Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s