Fátima não é só a Nª Senhora

cd_fatima.gif 

São só boas razões para gostar de Fátima. Depois de Maria ter escolhido aquela azinheira para conveter o mundo, desta vez foi o clube local que me converteu definitivamente.

Para além das razões futebolísticas óbvias para me filiar no Fátima, não posso renegar as  minhas origens e, com o Torrejano a marcar passo nas Distritais, o Fátima apresenta-se como o mais sério candidato a representar o “clube pequeno da minha terra” – isto, claro, para além do Sporting.

A próxima vez que fôr à terra, não me posso esquecer de ir buscar a ficha de sócio.

Esta entrada foi publicada em Vitaminas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s