Malditas decisões empresariais…

Há uns meses foi a Yves Saint Laurent que descontinuou o verniz da minha cor preferida para o Inverno – daqueles de secagem rápida e no grupo dos melhores amigos das mulheres quando não temos tempo para ir fazer a manicure. Agora é a Clinique que vai descontinuar a sua linha de cuidados para o cabelo, informou-me uma senhora (com uma daquelas batas brancas com o C prateado) há uns dias numa perfumaria onde eu procurava um produto dessa linha.

Ora se me é fácil viver sem os champôs e condicionadores da Clinique (gosto deles, contudo gosto ainda mais de uns outros) já o Defined Curls é outra conversa. Tenho o cabelo comprido e encaracolado; e se é certo que o efeito do meu cabelo é muito simpático (na minha obviamente enviesada opinião) também é verdade que são necessários cuidados diários para não ficar com ar de fugitiva de algum local pouco recomendado. Ajudava-me a parecer profissional e de confiança o Defined Curls da Clinique que, sem surpresa dado o nome, ajudava a definir e moldar os caracóis que abundam no meu cabelo rebelde. 

Quando me apetecia um look oposto e ia ao cabeleireiro esticar o cabelo bem esticadinho, nos dias seguintes conseguia manter o cabelo perfeitamente liso com a colaboração do (inevitável) Perfectly Straight. Que permitia ao meu cabelo ser o de alguém aparentemente profissional e de confiança em versão liso, apesar de eu ser deveras desastrada a usar um secador de cabelo.

 A senhora da perfumaria garantiu-me que a linha de cabelos da Clinique vendia muito bem, depois de eu comentar que a decisão se devia dever a uma eventual pouca rentabilidade dos produtos. Duvido. Nenhuma empresa desiste de um produto rentável, excepto para o substituir por outro ainda mais rentável. E eu simpatizo com a mania das empresas de terem lucros, de preferência com muitos dígitos. Em todo o caso, e dada a minha absoluta lealdade a estes dois produtos grandes contribuintes para o meu bom ar, não posso deixar de expressar que os meus cabelos e eu merecíamos saber com pormenor o que motivou esta decisão tão hostil à minha vida capilar. E a Clinique, que me envia e-mails com alguma frequência, não enviou nenhuma justificação.

Esta entrada foi publicada em Placebos. ligação permanente.

2 respostas a Malditas decisões empresariais…

  1. vicsvaporub diz:

    Sined O’connor tb passou por um igual momento de frustração e dúvida antes da radical decisão…

  2. Carmex diz:

    João, vamos esperar que o meu caminho de auto-conhecimento capilar seja diferente… Mas se me encontares por aí de cabeça rapada, já sabes o que provocou o novo look.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s