Kaing Guek Eav, o “Duch”

(…)

Now, that monster was sitting in a courtroom, looking scared and meek as prosecutors catalogued his alleged war crimes. Sitting in the packed auditorium where snatches of Duch’s face flash by on a movie screen, I’m struck by what I see: a face that belongs to someone. This alleged perpetrator of unspeakable misdeeds is, like his victims, someone’s son, someone’s brother, someone’s father

(…)

http://www.project-syndicate.org/commentary/reang1

Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s