Pilates e Aeróbica para o Povo, já! Ai o Sacana do Tabaco!!

Lembro-me do post do Hirudoid do outro dia (https://farmaciacentral.wordpress.com/2008/01/02/presidencia-vs-lamechice/) sobre a mensagem de ano novo do Cavaco (Sr. Presidente) – o filho do velho Teodoro de Boliqueime – e fui dar uma vista de olhos no site da Presidencia, apesar de ter lido que tal nao teraa impressionado outros (http://diarioeconomico.sapo.pt/edicion/diarioeconomico/opinion/columnistas/pt/desarrollo/1073840.html)

Li entao a mensagem do Cavaco, e nao consegui deixar de pensar em dois dos seus momentos:

“… É natural que aos Portugueses se coloquem hoje várias interrogações: (i) Será possível reduzir a taxa de desemprego? (ii) Os sacrifícios da última meia dúzia de anos garantem um futuro melhor? (iii) Conseguirá o País aproximar-se do nível de desenvolvimento médio da União Europeia? (iv) Será que Portugal pode vencer?

(…)

Perante as dificuldades de crescimento da nossa economia, perante a angústia daqueles que não têm emprego e a subsistência de bolsas de pobreza, devemos concentrar-nos no que é essencial para o nosso futuro comum, e não trazer para o debate aquilo que divide a sociedade portuguesa. Não desviemos as atenções do que é verdadeiramente importante…”

Sublinho ainda que nunca fui cavaquista, para demonstrar a minha distância crítica em relacção ao Chefe de Estado…

??????

 

????… Naaaaaaaaa… apanharam-me!! Fui cavaquista pois… haha, eu sabia que nao conseguia levar esta por diante por mais de uns segundos

Estava a crescer e era cavaquista, quao cavaquista um adolescente podia ser, talvez porque desde cedo testemunhava os bons comentaarios que o meu pai fazia a esse tecnocrata simples que foi fazer a rodagem aa Figueira da Foz… talvez por isso…

Com o tempo cresci, acho (mas jaa tenho sido acusado do contraario), e percebo que a opiniao que tenho de como o filho do Teodoro de Boliqueime nos governou tambeem mudou, aa medida que me apercebi de como ee simplista e ridiculo ter posicoes definitivas sobre (i) algueem cujas responsabilidades exigiam uma constante gestao de prioridades e trade-offs, muitos com implicacoes redistributivas… ou sobre (ii) tudo o que gente do PSD diz ou faz… ou sobre (iii) tudo o que os do PS opinam ou fazem, ou (iv) PCP, PP, Berloque, etc…

O tempo do amadurecimento (ok ok, jaa ouvi outros discordarem…) foi generoso comigo, e deu-me oportunidades para aprender o suficiente (se nao aprendi, ee falha minha, nao foi por falta de oportunidades) e aspirar a crescer em discernimento tambeem nestas coisas (sim, que este conceito inaciano nao ee soo para assuntos espirituais), sempre tentanto ser criitico com os prooprios alicerces da minha razao, sendo eles fruto da minha formacao, do meu trajecto, das minhas curiosidades e interesses. Resultado? Atee agora? Pois… mudei na forma como oriento a minha apreciacao dos poliiticos que nos teem governado nos uultimas deecadas, e ee lendo mensagens destas do Cavaco que me lembro como sou… ainda…

CAVAQUISTA!!

Especialmente quando isto me aparece aa frente: http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/208141

Ou isto: http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/207613

Algueem quer sugerir mais algumas? Fazemos uma lista grande, de todas coisas que, agora, NAO SAO VERDADEIRAMENTE IMPORTANTES!!!!

Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s