As prioridades de don Zapatero (eu volta-na-volta tenho que verter veneno sobre esta luminária, é mais forte que eu)

Eu bem vos avisei que o homem era perigoso logo no dia em que decidiu retirar as tropas espanholas do Iraque depois de ter ganho eleiçoes com uns favores da Al-Qaeda. Dez Bushes juntos sao menos perigosos que um Zapatero. O que nos vale é que Espanha ainda nao tem a projecçao internacional ou a importância geo-política suficientes para que isto se note.

Diz-me o El Mundo que consta do programa eleitora do PSOE para as próximas eleiçoes de Março a criaçao de um Observatório da Laicidade, cuja missao é “vigiar activamente a separaçao entre Igreja e Estado”. Trata-se de uma obsessao de Zapatero ou sou eu que estou equivocada? Quer também implementar células de vigilâcia da igualdade das mulheres nas empresas, em especial de comunicaçao social. Há mais: a criaçao de um “codigo de boas práticas legislativas”, assim umas balizas do politicamente correcto que inspirem os deputados menos fervorosos da religiao zapateriana; ou um registo público de homens que maltatem mulheres (esta faz lembras as nossas listas de devedores…), digo eu que na impossibilidade de convencerem os espanhois a aceitarem alguma castigo para estes condenados do género levarem uma canga ao pescoço com uns dizeres insultuosos sobre o próprio.

Vivo no espírito do PSOE continua a Aliança de Civilizaçoes, esse disparate que ele criou, a quem ninguém ligou alguma (haja Deus!) e que apenas os socialistas espanhois consideram um enorme êxito da sua política externa.

Assunto a que Rodriguéz Zapatero nao pretende disponibilizar tempo parace ser a Associaçao das Vítimas do Terrorismo, que organiza por estes dias o seu quarto congresso reunindo mais de quatrocentas pessoas vindas da Colômbia, França, Holanda, Israel, Estados Unidos,… Como seria de esperar, as vítimas do terrorrismo da ETA sao as mais numerosas. Zapatero agradeceu o convite e declinou, o Ministro do Interior também e ainda nao se deram ao trabalho da gentileza de nomear quem os representasse.

Agora vou jantar, que a Gurosan foi muito eloquente na sua discriçao do dia lisboeta. (E muitos parabéns pela referência, eu logo vi que era um killer-post!)

Esta entrada foi publicada em Alucinógenos. ligação permanente.

2 respostas a As prioridades de don Zapatero (eu volta-na-volta tenho que verter veneno sobre esta luminária, é mais forte que eu)

  1. Mário diz:

    Zapatero é um bom exemplo da mentalidade revolucionária e mostra como são vulneráveis as sociedades actuais aos políticos que as querem destruir.

  2. Carmex diz:

    Màrio, nós por aqui já andávamos preocupados com a sua ausência… Espero que tenha sido motivada por umas valentes férias!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s