Vale a pena ler

(como, de resto, todas as semanas) a crónica de Rui Ramos no Público – e no Atlântico.

Vale também a pena ler a reacção de Álvaro Barreto sobre o desmentido de Manuel Pinho (via Atlântico).

Depois podemos todos fazer uns minutos de luto por vivermos neste país pequeno, em que as pessoas se conhecem todas, em que os grandes negócios sempre têm de passar pelo crivo dos Governos, em que os governantes se comportam como as amantes oficiais dos reis do Antigo Regime, decidindo a quem atribuem favores conforme os cortesãos, perdão, os consultores/empresários lhes dirigem elogios públicos ou não.

Esta entrada foi publicada em Anestésicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s