Desculpem lá, só agora reparei no que vos impingi

O presidente da Mesa do Congresso do PSD, Ângelo Correia, afirmou ontem que cultiva lealdades ideológicas e não pessoais e que quem melhor desenvolver as ideias políticas que defende é o seu líder, «eu sirvo o partido por ideias» 

Este afastamento de Ângelo Correia de Luís Filipe Menezes, depois de tanto que se esforçou para o eleger, não é bonito. Ou houve ruptura à séria – e ninguém percebeu – ou então AC afasta-se de LFM porque percebe (só agora) que com LFM o PSD corre o risco de ter um pior desempenho do que com Santana Lopes (e, depois disso, apesar de LFM ser corrido com muito vigor, o PSD vai ter de tolerar durante quatro anos um grupo parlamentar escolhido pelos caciques pró-Menezes). As referidas “ideias” nada têm a ver com o assunto. LFM diz-se e dediz-se mas de vez em quando até refere boas ideias (a da necessidade de uma nova constituição, por exemplo, que vem desde o congresso depois das directas); e as ideias não mudaram assim tanto, porque também nunca foram um corpo muito estudado e estanque. Não, AC não fica bem na fotografia.

Ler também o Pedro Marques Lopes sobre isto.

A boa notícia deste caso: pode ser que Pedro Passos Coelho se prepare para se candidatar à presidência do PSD antes das próximas legislativas.

Esta entrada foi publicada em Anabólicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s