Indiana Jones

Finalmente lá vi o último Indiana Jones. Não estou arrependida, claro, valeria sempre a pena ver o filme do arqueólogo-herói-espião-salvador-da-civilização-como-a-conhecemos-proprietário-do-chicote-e-chapéu-castanho. Havia o Harrison Ford, os malvados dos nazis,um culto satânico perdido pela India, os enigmas, as aventuras homéricas, religião e esoterismo, movimento e humor q.b.; preparado mais que suficiente para filmes muito visíveis. Este último filme é fracote. Não surpreende: já se sabia que seria um blockbuster, não recompensava gastar muito dinheiro em argumentistas mais puristas. Podiam, no entanto, ter o Spielberg e o George Lucas algum brio na sua criação e escolher dar-lhe um final inesquecível. Não escolheram.

O humor existe e ainda se soltam algumas gargalhadas. A ideia do filho é muito oportuna e o regresso ao amor de Os Salteadores da Arca Perdida também. Harrison Ford mesmo com os cabelos (muito) mais grisalhos fica bem e defende galantemente o seu personagem. As referências ao McCarthismo estão bem, os testes atómicos dão o pitoresco da época, a paranoia com os extraterrestres e as fatiotas à James Dean idem. O pior do filme é mesmo o fio condutor desta aventura, que além de quase não existir, é assim revelado de vez em quando por umas tiradas do Indiana Jones, que percebe as estranhas tramas do que se passa por pura clarividência vinda não se sabe bem de onde, com cenas de acção a substituirem o argumento inexistente.

Mas, enfim, além de ser um Indiana Jones (tão obrigatório como qualquer adaptação de Jane Austen, por muito carrasqueira que se adivinhe), eu já tinha saudades de um filme em que “os maus” fossem os soviéticos – a Guerra Fria está muito esquecida com os terroristas do presente. Para terminar em beleza, o sotaque da Cate Blanchett é quase tão entrenecedor como o de Greta Garbo no Ninotchka. Somado tudo o que tem de bom, ainda é alguma coisa.

Esta entrada foi publicada em Placebos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s