Help; I need somebody; Help; Not just anibody; Heeeeelp

Olhando para o presente imbróglio georgiano/osseta/russo/abquaze (é assim que se diz e escreve?), podemos sem qualquer dúvida verificar como foi acertada a declaração unilateral de independência do Kosovo e quão ponderado e sensato e justo e mais umas coisas boas foram as manifestações de concordância e até de júbilo com a decisão dos kosovares que abundaram aqui pela Europa e pelos Estados Unidos.A acção da Rússia foi absolutamente desproporcionada perante as acções da Geórgia dentro das suas fronteiras e com objectivo muito claro de mostrar à Europa Ocidental e EUA que não admite reduções daquilo que entende ser a sua esfera de influência e, menos ainda, que não vai permitir que a Europa Ocidental deixe de estar na dependência enegética da Rússia (ai a diferença de quando o barril de petróleo se comprava e vendia a 20 dólares e Putin andava de mão estendida atrás dos Estado Unidos). Nada do que escrevo é novo e já muito o disseram. Agora o importante é que a Europa e os Estados Unidos mostrem claramente que não permitem estas ideias tresloucadas dos russos e, sobretudo, que defendam os nossos interesses.

Claro que só podemos contar com os EUA para isto; a Europa actualmente é boa apenas a dar lições de moral aos outros, em especial quando essses outros têm que fazer o trabalho sujo que as mãos aristocráticas europeias repudiam oficialmente. Ler, a propósito, o muito, muito bom texto do Henrique Raposo no último Expresso.

Advertisement
Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

2 respostas a Help; I need somebody; Help; Not just anibody; Heeeeelp

  1. maverick47 diz:

    Obviamente. Não temos guts deste lado do Atlântico, parece fomos estripados durante a 2ª GM.. “When I was younger than today, I never needed anybody’s help in anyway. But now this days are gonne…” diz ela (Europa) 🙂

    Três excelentes artigos depois da sua curta ausência. Anda inspirada (e simpática)!

    Cumprimentos

  2. Carmex diz:

    Maverick47, bem-vindo aqui aos comentários do farmácia!

    Boa analogia com o resto da letra, sim senhor. Anda tudo a precisar de ler umas biografias do Churchill, acho eu.

    E continue a comentar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s