Em comum

Através de uma daquelas entrevistas pequeninas e que (invitavelmente, pelo tamanho) não alcançam grande profundidade, mas que são simpáticas de ler e que tornam as personalidades públicas mais tridimensionais, descobri dois pontos em comum com a Marta Rebela. O primeiro foi explicitamente declarado: tem fobia a cobras. Padeço do mesmo mal. Não consigo ver cobras em filmes ou séries ou documentários, recuso-me a olhar para fotografias dos abjectos répteis, acho as joias em forma de serpente de um atroz mau gosto, fujo de qualquer acessório em pele de cobra (verdadeira ou falsa) e até as representações em banda-desenhada me provocam calafrios. O segundo é adivinhado pelas referências que Marta Rebelo lhe faz: é apreciadora de chá! Sendo eu uma bebedora de chá compulsiva, consumidora de um bom litro (para mais) de chá por dia, desaprovadora das saquetas (mas é o que se arranja, lá para o escritório), possuidora de uma variedade significativa de Temis e Darjeelings (de diferentes jardins e de variadas flushes), fico sempre muito contente por ter companhia neste país de bebedores de café na sua mais prosaica (e não há nenhuma romântica)variedade – a bica.

Advertisement
Esta entrada foi publicada em Vitaminas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s