Palpites

A IBD volta a dar Obama à frente de McCain com 2,1%, estando ainda 8,7% indecisos. Provavelmente Obama vai ganhar (sustentado pelos votantes de primeira vez e pelos negros, que provavelmente irão votar em núneros superiores aos usuais). Mas não excluo (ainda) a vitória de McCain e, nun cenário de vitória de Obama, tenho a certeza que será bem mais tangencial do que os democratas parecem pensar por agora. Outro cenário possível é o reverso de 2000 – McCain ganhar o voto popular mas perder no colégio eleitoral. A bem do entretenimento seria a alternativa mais agradável: obrigaria os que em 2000 tanto se escandalizaram com o sistema eleitoral americano a defendê-lo como o último reduto contra a barbárie. Uma excelente variedade para o fim deste ano.

Advertisement
Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

2 respostas a Palpites

  1. A bem do entretenimento seria a alternativa mais agradável: obrigaria os que em 2000 tanto se escandalizaram com o sistema eleitoral americano a defendê-lo como o último reduto contra a barbárie. Uma excelente variedade para o fim deste ano.

    -Apoio Obama mas tenho que dizer, “McCain seria um excelente presidente”, não tenho dúvidas. Quanto ao sistema eleitoral americano, a realidade é que passados 8 anos ninguém o procurou alterar. Já agora recomendo esta análise curiosa de António Vilarigues, com o qual quase sempre discordo, mas:

    E, a respeito desta história pregressa, aproveito para escrever uma coisa que nunca vi escrita em lado nenhum ; é que, em 2004, esteve-se à beira de um absurdo e de um escândalo ainda maiores do ponto de vista numérico, mas de sentido político contrário ao ocorrido em 2000. É que John Kerry teve menos 3 milhões de votos que G.W. Bush mas se tem ganho no Estado do Ohio, para o que só teria precisado de mais 150 mil votos, teria sido ele o Presidente eleito. Em conclusão, parece pois que nas «grandes democracias» há uns «pequenos» problemas democráticos.

    Último parágafo do post:
    http://tempodascerejas.blogspot.com/2008/08/eleies-e-fraudes.html#links

  2. Carmex diz:

    António de Almeida, ainda estou a pensar nos 15 blogues…

    É verdade, em 2004 se Bush não tivesse ganho o Ohio teria perdido as eleições. Edwards, de resto, queria que Kerry contestasse os resultados do Ohio nos tribunais, devido à margem “escassa” de votos. Mas eu não acho que isto seja um defeito da democracia americana; o sistema está desenhado para dar proporcionalemnte mais peso aos estados mais rurais e menos populosos, que perderiam a voz perante uma Califórnia ou um NY se os votos no colégio eleitoral fossem exactamente proporcionais à população. E foi exactamente por isso que devido aos “sustos” de há 4 e 8 anos ninguém tentou alterar o sistema.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s