Dar o nome às coisas

É um bom princípio quando as aberrações começam a ser chamadas de aberrações, em vez de peculiaridades culturais que devemos respeitar, e se assume que não têm lugar em sociedades civilizadas e respeitadoras dos direitos humanos – como a europeia pretende ser.

“Mr Justice Coleridge said he hoped his actions to prevent Dr Humayra Abedin being removed from the UK would send a message to certain ethnic minority communities that forced marriage is an “aberration” in a civilised society.”, Telegraph

Esta entrada foi publicada em Vitaminas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s