A ler (e não percam os links)

“Enquanto o Ministro dos Negócios Estrangeiros português se coloca numa posição equidistante entre o Hamas e Israel e o Bloco de Esquerda opta por uma posição claramente pró-Hamas, os palestinianos da Fatah colocam-se do lado de Israel.”, João Miranda, no Blasfémias.

Esta entrada foi publicada em Ansiolíticos. ligação permanente.

2 respostas a A ler (e não percam os links)

  1. AAC diz:

    A bem dizer, quanto a mim, nem Fatah nem Hamas… são todos muito pouco recomendáveis…

    Lamento é os restantes infelizes que sofrem os danos colaterais deste completo nonsense, tanto em Israel como nos territórios palestinianos…

  2. Carmex diz:

    É verdade, André. Sobretudo as crianças, usadas contra vontade e sem entenderem a razão, como escudos humanos pelo Hamas. Revoltante.

    E, claro, não queria fazer o elogio dessa boa organização pós-terrorista e pós-OLP e que tal como o Hamas queria “atirar os judeus ao mar”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s