Liberal bias

Não que nos sirva de consolo, mas a comunicação social não é só enviezada para a esquerda no nosso pequeno rectângulo – a perguiça com que tem sido tratado desde 2005 o caso Freeport (sim, porque se o MP e a PJ nada têm feito nos últimos anos se não quando a isso são obrigadas por pedidos britãnicos, também não se entende porque só agora os media pegaram na história; não havia fundamentos para investigação aprofundada desde que surgiram as notícias? teriam medo de desagradar ao PM?) é exemplificativa disso mesmo. Nos EUA, com a dispensa do colunista Bill Kristol (republicano e que, como eu, tem o bom gosto de apreciar a Sarah Palin) pelo New York Times, esse bastião do liberalismo americano, muitos dedos se têm apontado. Aqui vai uma das mais divertidas explicações para a dispensa de Kristol:

“I can report on copper-bottom authority that The New York Times let Kristol go owing to public health concerns. As the Times’ financial condition has grown fragile, the publisher of the Times, Arthur Ochs Sulzberger Jr., has become apprehensive that Kristol’s conservative views could endanger the health of some of the newspaper’s neurotic liberal readers. During the past year, readers unexpectedly encountering Kristol in the otherwise lenitive company of Paul Krugman and Bob Herbert have complained on the correspondence page of various discomforts.”

Emmet Tyrrel, Townhall

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alucinógenos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s