Aulas, precisam-se aulas

Lê-se umas coisas na imprensa neste dias e começamo-nos a questionar se o problema dos socialistas não começa por ser uma gritante deficiência na nossa querida língua portuguesa. Vejamos. O PR, quando questionado sobre o casamento gay, diz que está preocupado com o desemprego, a falta de competitividade e outras desgraças nacionais, tudo isto sem referir, para nenhum sentido, o casamento gay. Vai daí, o instrumento socrático Sousa Pinto acusa o PR de se estar a intrometer na agenda política de um partido, a saber o PS. E agora o aspirante Alegre diz, sobre as palavras do PR, «O que disse agora é que as questões económicas e sociais não podem servir de alibi para adiar a liberdade de opção sexual» – como se se tivesse a discutir a liberdade da opção sexual; como se a sexualidade (homo ou hetero) só pudesse existir dentro do casamento.

Aprendam a ler, sff. Com um poucochinho de treino talvez lá cheguem e nos consigamos entender.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Anestésicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s