A minha saudação à família Faruk al-Nagiri

Há um ano e meio, andava eu por terras americanas, li um artigo muito interessante num qualquer jornal (tenho ideia que o USA Today, mas já sem certeza) que nos comunicava as preocupações dos pais iraquianos de adolescentes ou jovens adultos. No início da ocupação americana, os pais preocupavam-se sobretudo com as suas filhas e com a possibilidade de se envolverem (sexualmente ou romanticamente ou ambas) com os soldados americanos (e o certo é que houve bastantes exemplos desse bonito costume muçulmano de crimes de honra que assassinam mulheres que não se comportam como os seus piedosos pais ou irmãos desejam). Com o passar dos tempos e da guerra, com a afluência de terroristas à região, as preocupações dos pais iraquianos de adolescentes e jovens adultos transferiram-se para os filhos, terreno fértil de recrutamento pelos terroristas.

Lembrei-me deste artigo ao ler esta história. Se é certo que ‘o islão moderado’ é um mito, também é verdade que a grande maioria dos muçulmanos não são assassinos.

Esta entrada foi publicada em Antiparasitários. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s