Não há volta a dar…

Entre notícias de pressões da Comissão sobre a Alemanha (para agilizar a ajuda à Grécia) e sabendo-se da fragilidade que Merkel tem no seu país e que a obriga constantemente dar o dito por não dito, o Euro (ler agora como se de um texto do Pedro Arroja se tratasse) aproxima-se do seu fim. Não é hoje nem amanhã, mas num futuro relativamente próximo.

Poderá aparecer uma liderança forte na Alemanha (motor) que imponha a sua vontade unilateralmente sobre os restantes países da zona euro (inclusive a França), e assim obrigando à disciplina necessária para manter viva a utopia de uma moeda única num espaço tão díspar?

Pode.

Mas os palhaços que andam por aí estão agarrados que nem lapas, e esses só sairão quando o circo for abaixo.

O patético é que ninguém tem coragem de retirar a primeira estaca da tenda.

Esta entrada foi publicada em Ansiolíticos, Genéricos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s