Pode não parecer, mas houve um tempo em que até o PS se regia por uns mínimos de decência (ainda que não de competência)

Nos tempos do despesista Guterres, quando se instalou a ideia de que todos os nossos problemas (dos públicos e dos privados) se resolveriam se gastássemos dinheiro (privado, mesmo aquele que já foi apropriado pelo público), havia ainda no PS uma noção de decência que até Jorge Coelho aceitava: demitiu-se para assumir a responsabilidade política de um acidente mortal num equipamento tutelado pelo ministério que chefiava. António Vitorino, com bitola semelhante, no meio de umas dúvidas que se verificaram infundadas sobre umas suas propriedades, apresentou a demissão porque, dizia, um ministro não pode estar sob suspeição. Podem parecer comportamentos de uma era distante, regida por estreitos códigos de honra medieval, mas não, passou-se tudo há menos de quinze anos.

Actualmente temos um primeiro-ministro envolto em nuvens mais negras do que as do vulcão de nome impronunciável, que só nos oferece as suas mal amanhadas explicações quando a isso é obrigado; pensa, parece, qual monarca iluminado, ser ilícito media e eleitores pedirem explicações a quem os representa. Temos um deputado que rouba uns gravadores a uns jornalistas porque não gosta das suas questões, que inventa umas desculpas de ‘acção directa’ e que continua deputado com a bênção do PS. Temos, como no tempo do Estado Novo, empresas e empresários do regime (JP Sá Couto e Mota Engil, só para dar dois exemplos) com quem as negociatas mais escuras são feitas, com a originalidade de serem feitas às claras.

A herança de Sócrates não vai ser apenas a bancarrota; pior do que a bancarrota será a jóia de família de compensar a ausência de ética na política. Afinal Sócrates foi recompensado por ser um vazio ético em Setembro do ano passado.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alucinógenos, Anestésicos. ligação permanente.

7 respostas a Pode não parecer, mas houve um tempo em que até o PS se regia por uns mínimos de decência (ainda que não de competência)

  1. ventilan diz:

    MJ, corrige aí o post. É Jorge Coelho e não Jorge Costa.

  2. Maria João Marques diz:

    Já vi, já vi, o Jorge Costa do Cachimbo já apresentou a reclamação 🙂

  3. agfernandes diz:

    Ups, Maria João! Só agora reparei neste seu post, que já comentei no Cachimbo, e com o qual concordo completamente, e no do André sobre “as medidas anti-crise” da ministra “vamos-todos-dar-as-mãos”.

    Como não queria passar a vida a dar de caras ali com o Mourinho (o André que me perdoe) resolvi postar sobre a promulgação presidencial… mas não reparei que a Maria João e o André já tinham regressado cheios de inspiração e genica. Vou estar mais atenta, da próxima vez, para não me meter na fila fora do “timing”.
    Ana

  4. ventilan diz:

    Atenção que o Mourinho foi “postado” para dar um pontapé na depressão generalizada causada por quem governa este país, porque desde a sua saída do FCP que tenho uma certa embirração com ele. Não por ter saído, mas da maneira como o fez. Mas é grande, disso não haja dúvida – e muitas mulheres acham-no bonito, não sei se será o caso das companhias femininas deste blogue…

  5. Maria João Marques diz:

    Ana e André, quanto a posts, quantos mais, melhor! (E, por acaso, acho o Mourinho bastante agradável à vista:) )

  6. agfernandes diz:

    Ainda bem, Maria João!
    Pode ser “agradável à vista”, mas não consigo desligar a “boa figura” da personalidade. Bem, lá ganhou, com mérito próprio, o troféu. E que assim continue…
    Aqui os Farmacêuticos reconheceram-lhe o feito e esteve em destaque com aquele sorrisinho vencedor…
    Ana

  7. agfernandes diz:

    Sem dúvida, André, que o destaque era merecido e que foi uma lufada de ar fresco neste filme português…
    Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s