Portugal é o país da Europa com mais doenças mentais

Em Março deste ano, a Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa concluiu que Portugal é o país da Europa com a maior prevalência de doenças mentais na população.

Em finais de Maio, a OCDE reviu em alta o crescimento económico de Portugal e eis que surge Valter Lemos, uma sumidade naquela miséria a que chamamos Governo, a rapidamente afirmar que “o crescimento do desemprego desapareceu“. O que é que estas duas constatações têm que ver uma com a outra?

Vejamos:

Ontém, o Eurostat chegou à conclusão que o desemprego não só se agravou para 10,8%, como foi aquele que mais aumentou na zona euro. Ora bastou isso para que os nossos governantes perdessem óptimas oportunidades para estarem calados. Valter Lemos disse que o número era “inadequado” e que será apenas uma questão de tempo até que o número seja revisto em baixa, uma vez que os dados de que o Governo dispõe indicam o contrário. José Sócrates, na sua melhor técnica de gestão por wishful thinking, quer que o número baixe no verão, insistindo que a tendência que o crescimento do desemprego “abrandou é já clara”, pelo que tem “muita esperança que, no desemprego registado, Portugal comece agora a observar uma descida”.

Será que os dados que o Governo tem foram calculados da mesma maneira que os valores do défice? Ou terão sido os mesmos que levaram Teixeira dos Santos e Vitor Constâncio à televisão, no início da crise, a mentir a toda a gente dizendo que não havia bancos em risco de falir?

Seria interessante que a Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa aprofundasse o estudo e tentasse verificar onde é que os doentes mentais afinal estão. Provavelmente também ficaria surpreendida com a densidade deles alí para os lados do Largo do Rato.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Uma resposta a Portugal é o país da Europa com mais doenças mentais

  1. Maria João Marques diz:

    ‘quer que o número baixe no Verão’
    pois, na união soviética a produção de cereais também era aquela que o comité central determinava antecipadamente e não a que de facto era produzida.

    e eu também acho que muita coisa se explica por genes amalucados ou relações insatisfatórias com os paizinhos dos nossos governantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s