A cultura plastificada das audiências

Em Janeiro vimo-la em palco a beijar a Meryl Streep. Agora é Scarlett Johansson. Eu só consegui ver Brejnev a beijar Honecke. Toda a cena me pareceu previamente encenada: o ar rendido e expectante de Scarlett Johansson, o ataque de urso das estepes de Sandra Bullock. Tudo pelas audiências.

Podemos também ver o poder afrodisíaco dos prémios na cultura plastificada das audiências? Yes, we can. Podemos também ver um ritual da relação de poder próprio de uma sociedade decadente? Yes, we can.

Mas é esta decadência de circo que alguns conterrâneos nossos querem imitar. E com bastante sucesso, diga-se de passagem.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s