A inteligência antes da táctica

Não interessa nada a qualidade do futebol, a equipa, os valores individuais, o jogo bonito e tretas semelhantes. Hoje torço (enfim, q.b., já que não pretendo ver o jogo) pela Alemanha. Um país que votou duas vezes em Angela Merkel merece muito mais ganhar do que um país que votou duas vezes em Zapatero (produto progressistoooó-despesista só menos mau do que Sócrates). E nem os argumentos do dearest husband em favor da Espanha – a trisavó espanhola dos meus filhos acidentalmente nascida em Liverpool, o tetravô proveniente de Soria e o apelido espanhol que usam, ou mesmo o olhar marital acusador de traição ao clã – me demovem. Quando votarem em Rajoy ou, melhor ainda, em Esperanza Aguirre, repensamos os nossos apoios.

(Numa final Alemanha-Holanda, torceria novamente pela Alemanha; um país cobardolas que não descansou enquanto não exilou a Ayaan Hirsi Ali merece uma humilhação bem aplicada).

Esta entrada foi publicada em Antiparasitários. ligação permanente.

Uma resposta a A inteligência antes da táctica

  1. Pingback: A frase da semana « Farmácia Central

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s