Há opções determinantes

Vi há cerca de duas semanas, num daqueles canais-que-passam-filmes, The Devil and Daniel Webster, e na altura nem percebi porque é que me impressionou tanto. Tudo bem, entra o Anthony Hopkins, o que já era meio caminho andado. E o Alec Baldwin também não vai nada mal no papel de escritor que vende a alma ao Diabo (aqui é uma morena) pela fama e sucesso.

A parte mais impressionante é a defesa do escritor, num tribunal muito especial, para conseguir recuperar a alma perdida. O próprio não tem grandes argumentos a seu favor, não tem nada que o recomende. Apenas ser um simples homem, com qualidades e defeitos, nada mais. Daniel Webster arrisca a própria alma para assumir a sua defesa. E é uma sorte dos Diabos conseguir ganhar a causa.

E porque é que o escritor queria recuperar a alma? Porque a fama e sucesso, essa receita que lhe parecera milagrosa, lhe levara o essencial, a ligação a si próprio, a sua autenticidade, a sua fonte de inspiração, o seu ânimo.

E tudo isto para dizer o quê? Que há opções na vida que são determinantes. Claro que nem todas as pessoas terão sensibilidade para perceber o que perderam pelo caminho-de-tudo-a-qualquer-preço. Mas, mesmo essas, as insensíveis, perderam o brilho no olhar e aquela ressonância na voz. É o sinal.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sapatos Ortopédicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s