Cachimbadas

N’O Cachimbo de Magritte, onde escreve também a nossa colega de balcão Maria João, tem estado a decorrer um debate sobre a questão alemã, chamemos assim a coisa. Vão lá ler para se colocarem em dia.

Este meu post tem mais a ver com uma expressão que ouvi de um dos comentadores residentes do Governo Sombra (TSF) na semana passada – não me lembro se foi o Pedro Mexia ou o João Miguel Tavares. Disse então o comentador, mais ou menos por estas palavras, que era inevitável que a Alemanha passasse a controlar com mais pormenor as contas dos países periféricos porque os contribuintes alemães andaram (andam?) a pagar-nos para andarmos a asfaltar o Alentejo.

Há muito tempo que não assistia a uma seta tão certeira como esta.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Anti-histamínicos, Antipiréticos, Antipsicóticos com as etiquetas . ligação permanente.

6 respostas a Cachimbadas

  1. Carlos Vaz Marques diz:

    Foi o João Miguel Tavares.

  2. Não creio que seja para asfaltar o Alentejo. Não dou por isso e não creio que ande distraído. Já não tenho é tanta certeza se algum desse dinheiro não estará a servir para pagar a compra, restauro ou construção de montes alentejanos de gente endinheirada lá da capital.

  3. jo diz:

    Como´é que os portugueses conseguiram convencer os alemães a fazer isso? São muito estúpidos os boches.

  4. André A. Correia diz:

    Podem ser tudo, mas estúpidos é epíteto que não lhes reconheço…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s