Lê-se e não se consegue acreditar

Uma das histórias de família que os meus pais contam coloca o meu irmão mais velho a ler jornais com uns precoces sete anos de idade. O meu filho mais velho é particularmente dotado com as palavras e não me admirava que seguisse o mesmo caminho. Mas tendo em conta a surrealidade das notícias que se vão lendo, fazendo corar de vergonha pelo país vergado ao poder político que temos, se alguma vez cá por casa alguma criança demonstrar interesse em algo mais do que livros e revistas de carros, os jornais lá terão de ser banidos. É conveniente manter, pelo menos até à adolescência, algum orgulho patriótico na garotagem e não lhes criar insegurança revelando-lhes que estão a crescer em ambientes com regras semelhantes a um manicómio.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alucinógenos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s