É impressão minha…

… ou o discurso de abertura de José Sócrates no propalado Congresso das Exportações, hoje, em Santa Maria da Feira, parecia uma intervenção num qualquer comício do PS? Mas afinal a que título José Sócrates se dirigiu aos presentes, como primeiro-ministro ou secretário-geral do partido? E mais, nenhuma daquelas almas se apercebeu do frete que fez ao governo? A chavização de Portugal já não é um temor, mas a realidade que temos. Até as confederações patronais e banqueiros lhe beijam a mão.  

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Ansiolíticos, Antipsicóticos. ligação permanente.

2 respostas a É impressão minha…

  1. Mr. Brown diz:

    Infelizmente não foi impressão, foi mesmo a triste realidade. E os jornalistas também faziam-lhe o frete, funcionando como meros altifalantes. Miguel Relvas esteve muito bem na sua intervenção, fazendo ver aquilo que de outra forma quase passaria desapercebido. E Cavaco, com o primeiro veto a um diploma do Governo, tirou gás à propaganda socialista e entalou mais um espinho neste Governo moribundo.

    • André A. Correia diz:

      Mas mais triste ainda foram as declarações de Vieira da Silva, que tive oportunidade de ler já ontem noite dentro; o barco está completamente desgovernado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s