Ontem vi um senhor ser entrevistado na televisão e só me questionava ‘sofrerá de personalidade múltipla?’

Por um lado havia o senhor que se comprometera com a UE com uma série de medidas que até anunciou de forma muito assertiva; por outro lado havia o senhor vagamente semelhante àquele que informou publicamente, e até para consumo internacional, um novo pacote de medidas de austeridade mas este, na realidade, só apresentara propostas que pretendia negociar com o PSD.

Por um lado estava o senhor muito preocupado com a reputação de Portugal mundo fora; por outro lado víamos um senhor que acha prestigiante para o país ter um pm que anuncia internacionalmente medidas que, inevitavelmente depois de negociação (e só gente muito maldosa não supõe que o pm quer mesmo negociar), teria de corrigir com a mesma visibilidade.

Por um lado um senhor disse com ar entristecido que convidara todos os partidos para uma coligação ou acordo parlamentar; em contraste, ouvi um senhor em tudo semelhante ao anterior reconhecer que a ‘negociação’ (isto, vamos a ver, ainda é um problema de dicionários) com os restantes partidos não incluía o pormenor insignificante do programa de governo, que teria de ser o socialista.

Ou vi um senhor afirmar que nada faria para provocar uma crise política. Um senhor de feições iguaizinhas, há uns meses, quando não seria possível a realização de eleições rapidamente, ameaçava com a demissão do governo se não lhe aprovassem o orçamento, não se incomodando de deixar o país pelo menos oito meses sem governo no meio de uma crise de financiamento.

Uma coisa é certa: o PSD deve deixar o PS autodestruir-se. Não viabiliza mais nada (explicando, claro, as suas razões) e o PS que se coza com estas linhas ou apresente uma moção de confiança ou se demita o governo. Por muito que tentem colocar a culpa da instabilidade no PSD e que o Luís Delgado acredite, afinal quem governa é o PS, quem fez o diktat do novo pacote de austeridade foi o PS e quem tomou a iniciativa de provocar a crise política foi o PS.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alucinógenos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s