À atenção da freguesia

Na continuação disto, tive o prazer de assistir na semana passada ao lufa-lufa do levantamento dos vales postais do RSI numa estação de correios. Desde o mangas de Audi A6 com óculos escuros Ray-Ban (mesmo que as lunetas sejam da feira o Audi era genuíno!) com duas tipas todas produzidas, 1+2=3 RSIs, do imigrante que ao entrar com uma criança num canguru pôs o alarme a apitar por todo o lado porque não se tinha dado sequer ao trabalho de arrancar o alarme do canguru,  pois está-se mesmo a ver de onde veio o canguru, e pois está-se mesmo a ver mais um RSI, enfim, enquanto esperava pelo recibo a funcionária só me dizia “reduzem-me o ordenado para estas merdas”. Assim mesmo, tal como o Henrique Raposo. Estas merdas.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Anestésicos, Antiparasitários. ligação permanente.

3 respostas a À atenção da freguesia

  1. É o dia-a-dia das nossas estações de correios. De norte a sul. Por cá a coisa ainda assume uns contornos mais engraçados porque paredes meias com um bairro onde cem por cento da população vive de apoios sociais fica uma grande superficie comercial onde vão gastar o que lhes deram. É digno der visto.

  2. André A. Correia diz:

    Ou seja, está tudo à vista, e continuamos na mesma…

  3. Digno de ser visto. Queria eu dizer na minha!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s