Coisas boas

Muitas vezes passam-nos ao lado as coisas boas da vida. Andei distraído, mas mão amiga fez-me regressar às tais coisas boas da vida; e mesmo que lhe chamem classical crossover não deixa de ser uma coisa boa, muito boa mesmo. O disco é todo ele muito bom, mas esta Spente le Stelle é fenomenal. Viciante. Boa.

A Emma Shapplin é muito boa. É francesa.

O Carmine Meo é muito bom, pois o produtor é Jean-Patrick Capdevielle, que é  francês aussi.

(A professora de Português do meu filho mais velho, se lesse este texto, tinha um chilique)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Antianémicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s