Isto devia ser um caso de polícia

Alberto João Jardim (AJJ), segundo rezam as crónicas, terá ocultado um desvio, este sem dúvida colossal, nas contas da Região Autónoma da Madeira. Relevo não tanto o valor do mesmo mas sim o facto dado como provado, em face do comunicado do Ministério do Vítor,  da vassourada para debaixo do tapete; continuam a mentir e continuam a estar impunes. Muitos deles. Demasiados.

Não deveria haver desculpas de qualquer espécie. Num assomo de dignidade, AJJ deveria de imediato resignar ao cargo, contudo vai ser reeleito. É este o prémio. Apetece-me repetir o inglês do comendador Joe Berardo sobre o Rui Costa.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alucinógenos, Purgantes. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s