Doping e impossibilidades…

Todos assistimos, no final da semana passada, a um Lance Armstrong envergonhado a confessar na televisão que, afinal, toda a sua carreira era uma gigantesca mentira. A dizer que tinha usado e abusado do doping e mais, a dizer (textualmente) que “…era IMPOSSÍVEL ter ganho por sete vezes o Tour de France sem ter recorrido ao doping…”. Na essência tudo isto é apenas triste mas, admito, que esta confissão me acrescentou uma certa paz de espírito. A verdade é que finalmente percebi que uma coisa que (à época) me parecia impossível era, de facto… IMPOSSÍVEL.

Agora pergunto-me: Alguma vez iremos ver um José Sócrates a confessar que a única razão pela qual está agora a viver “à grande e à francesa” em Paris, a estudar Filosofia e a fazer-se de vítima com o nosso dinheiro (depois de ter assinado tantas PPP’s, distribuido tantos RSI’s e produzido tantos Magalhães) é porque… Andava metido no doping???

Será que iremos assistir a uma Fátima Felgueiras a explicar que só conseguiu fugir para o Brasil, depois regressar e ainda voltar a ser eleita (depois de tudo o que por cá fez) porque andava a recorrer a tranfusões de sangue “vitaminado”???

Será que o Vale e Azevedo nos vai confessar que viveu num dos bairros mais chiques de Londres (sem pagar renda) durante vários anos, depois de ter aldrabado e vigarizado metade dos portugueses porque tomou estéroides???

Será que o Padre Frederico nos vai explicar que está neste momento em plena Praia de Copacabana, bebendo uma àgua-de-coco e deitando o olho aos famosos “Meninos do Rio” (depois de ter violado e assassinado uma criança em Portugal) porque andou a recorrer a corticóides???

Iremos ver, no futuro, Pedro Passos Coelho a dizer que foi reeleito depois de ter decidido enterrar mais uns bons milhões no BANIF (apenas porque a viúva do Horácio Roque não se entende com a filha no que toca à “divisão do espólio”) porque andava a consumir anabolizantes???

Talvez um dos símios que actualmente habita a Casa dos Segredos da TVI venha justificar que apenas se sente no direito de invadir o nosso prime-time diário porque chuta para a veia uma qualquer substância dopante…

Se alguma destas revelações se concretizar no futuro eu voltarei a recuperar, mais uma vez, alguma da minha tão preciosa paz de espírito. É que vai ser muito bom perceber que algumas das coisas que agora me parecem impossíveis, são, de facto… IMPOSSÍVEIS.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Genéricos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s