Mais algumas receitas para aviar na Farmácia


farmáciaantiga

Desde as receitas aviadas na semana passada, já vimos alguns sinais do efeito benéfico dos medicamentos prescritos:

– no PR, que já começou a interiorizar a importância do MARKETING DO PAÍS na Europa e restantes continentes, o que implica acreditar na viabilidade do país, não apenas como um grupo de grandes empresas, grupos financeiros e personalidades mediáticas, mas como uma comunidade de cidadãos com diversas potencialidades. Talvez por ter verificado esses sinais positivos, o médico tenha apenas prescrito a continuação das CAMINHADAS DESCALÇO NO JARDIM, desta vez a visualizar o país a recuperar a pouco e pouco até acreditar nessa possibilidade, o que o irá inspirar a tomar INICIATIVAS VISÍVEIS E PERCEPTÍVEIS sem se esconder dos cidadãos quando exerce por detrás das cortinas a sua influência no governo e no PS.

Quanto ao GOVERNO e o PS, o médico mantém alguns medicamentos mas prescreve outros, numa tentativa de acertar na composição certa e na dose adequada:

– GOVERNO: começando novamente pelo PM, o médico deve ter verificado que o comportamento adolescente se mantém, não assumindo os erros cometidos e continuando a desculpar-se com a decisão do Tribunal Constitucional, pelo que mantém A DOSE DUPLA DE RESPONSABILIDADE, só que em vez do xarope e cápsulas, vai tentar com comprimidos de 500 mg a tomar 3 vezes ao dia (pequeno-almoço, almoço e jantar), e desta vez acompanhados de SORO DA VERDADE, o último grito da ciência médica apenas testado no público normal, mas talvez o médico queira verificar como se comporta este medicamento no público-alvo a que se destina, os políticos.  Quando se notarem sinais do seu efeito, o médico prescreve aqui CONHECER A REALIDADE ACTUAL DO PAÍS em cápsulas a tomar logo de manhã. O médico considera que conhecer o país e identificar-se com os seus concidadãos é a base necessária para conseguir efectuar o MARKETING DA VIABILIDADE DO PAÍS, por isso também prescreve exercícios de VISUALIZAÇÃO DO PAÍS RECUPERADO nos intervalos dos conselhos de ministros, tantas vezes por dia quanto as necessárias, inicialmente com o apoio técnico de um personal trainer, até ter adquirido a capacidade de acreditar nessa possibilidade: a economia a mexer, recursos optimizados, empresas novas a iniciar a sua actividade, os jovens a ter futuro no país, o sector público mais eficiente e com serviços de qualidade, os mais velhos protegidos, a sociedade civil activa e criativa a colaborar com serviços (público) e empresas (privado) nas melhores soluções para o país, o interior de novo habitado e com juntas de freguesia próximas assim como centros de saúde, estações de correios e postos de gnr.

A seguir vem o ministro das Finanças: vamos a ver se consigo decifrar a letra do médico, parece ser isto. Não se tendo colocado o ministro de QUARENTENA, apenas aliviando os cidadãos da sua presença mandando-o ir chatear os estrangeiros tecnocratas da Europa e de Washington com os seus powerpoints (baseados em estudos de economistas com erros de cálculo), e começando a mostrar por cá outros ministros um já bem conhecido outro completamente desconhecido, o médico mantém a receita pois considera que manter o ministro que é percebido pelos cidadãos como o homem da troika só poderá piorar a situação do país.

– PS: o médico mantém o medicamento APRENDER A NEGOCIAR, com a indicação de passar a 1 vez por dia, tal como prescrito anteriormente. Quanto à VITAMINA D, tomar até terminar o frasco pois o sol apareceu finalmente e não se verifica a necessidade de nova prescrição. O médico também parece ter ficado satisfeito com os sinais positivos do medicamento ADAPTAÇÃO ÀS CIRCUNSTÂNCIAS ACTUAIS, pois o doente deixou de exigir eleições antecipadas, pelo que pode ser substituído por RESISTÊNCIA e AUTO-CONFIANÇA em cápsulas a tomar 3 vezes por dia (pequeno-almoço, almoço e jantar) para encarar as reuniões com o governo. Como o médico considera que a auto-confiança se baseia na VERDADE e na RESPONSABILIDADE prescreve, não propriamente o soro da verdade, pelo menos por enquanto (parece que os políticos são mais atacados pelo vírus da mentira quando exercem o poder ou nas campanhas eleitorais só se aproximando da verdade quando estão na oposição), mas um xarope a tomar duas vezes por dia.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Genéricos com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Mais algumas receitas para aviar na Farmácia

  1. Pingback: Um país de condições meteorológicas adversas | Farmácia Central

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s