Arquivos Diários: Agosto 23, 2013

Belo

A letra é do Cazuza, a música do Frejat. A interpretação, essa, é magnífica. Ney, pois então. Poema Hoje eu acordei com medo Mas não chorei, nem reclamei abrigo Do escuro, eu via o infinito Sem presente, passado ou futuro … Continuar a ler

Publicado em Antianémicos | Publicar um comentário