Da violência

Ainda há sítios onde uma polícia abate, pela primeira vez, um homem. Vivemos num mundo colérico, mas são estes exemplos que mostram que a criminalidade violenta não faz parte obrigatoriamente da comunidade, seja ela qual for, país, localidade ou mesmo família. Até mesmo no interior de cada um de nós. 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Genéricos. ligação permanente.

Uma resposta a Da violência

  1. silva diz:

    É muito estranho o comportamento da sociedade politica e sindical incentivar os trabalhadores no caso do estaleiro naval de Viana do Castelo, para uma luta inglória.
    Digo isto porque até hoje no despedimento coletivo do Casino Estoril, com milhões de lucro, considerado um processo urgente em tribunal, ninguém faz nada para ajudar os trabalhadores.
    3 providências cautelares que não deram em nada.
    12 meses para notificar 12 pessoas.
    8 meses para o perito dar um parecer ao tribunal.
    Substitui-se o juiz.
    Neste caso para que serve o advogado?
    Perante esta evidência, aonde está a classe politica, os sindicatos para onde parte do nosso salário foi descontado com a promessa de uma defesa justa.
    Nada em 4 anos com o processo a arrastar em tribunal, temos a nosso favor nem direitos, ou justiça e o mesmo vai acontecer aos trabalhadores dos estaleiros de Viana do Castelo.
    Já não acredito em nada… tenho muita pena que os trabalhadores de Viana venham a passar pela mesma situação que eu de uma revolta pela podridão do País.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s