Feeds:
Artigos
Comentários

A suprema razão

Muitas vezes me tenho posto a pensar na(s) razão(ões) das vitórias sucessivas do F.C. Porto no campeonato português. Na sua coluna hoje no jornal A Bola Miguel Sousa Tavares dá um sinal que tenho também interiorizado: habitualmente, qualquer equipa do meio da tabela (com a honrosa exceção a espaços do Benfica) jogam sempre para não perder quando o adversário é o FCP, colocando dez jogadores atrás da linha do meio campo e um desgraçado qualquer à frente esperando um assomo de sorte. Claro que esta tática levará, habitualmente também, a perderem o jogo e depois lá vêm as acusações aos árbitros, o sistema, a fruta, as escutas. Nunca se houve mesmo é que durante 90′ jogam não para ganhar, mas para não perder.

Talvez seja esta a suprema razão.

Mas hoje espera-nos um Atlético de Madrid que não vai jogar desta maneira com toda a certeza. Esta noite os adeptos portistas têm o primeiro teste verdadeiro desta época.

Força Porto!

O Dr. Carreiras tem menos de 50% do votos expressos (28.004 a contrastar com o total de 31.594 noutras listas):

Capturar

 

O Dr. Carreiras tem maioria absoluta na Câmara Municipal de Cascais (6 mandatos, os outros todos juntos 5).

É a democracia, dizem uns… É o método de Hondt, dizem outros…

Leonard “Gomer Pyle” Lawrence

Vincent D’Onofrio

Gunnery Sergeant Hartman: Private Pyle I’m gonna give you three seconds; exactly three-fucking-seconds to wipe that stupid looking grin off your face or I will gouge out your eyeballs and skull-fuck you! ONE! TWO! THREE!

Private Gomer Pyle: Sir, I can’t help it, sir.

Maninha

Assim é o mote do 31 da Armada. Entretanto, neste post, o lápis azul do RMD entrou em ação. Pelo menos um comentário foi apagado (a página indica 5 comentários, aparecem apenas 4). Enconaçou-se.

Capturar

 

E continua a cortar…

 

 Fui aluno do Colégio Militar. Durante oito anos – os melhores da minha vida – vivi dentro daquelas paredes. Quem entra no meu escritório só vê pendurada a minha carta de curso, e à laia de decoração no mesmo espaço a minha barretina, penacho e luvas brancas, porque muitíssimo daquilo que sou todos os dias foi naquela casa que aprendi. E todos esses dias me lembro do tempo que lá passei.

Porque somos muitas vezes confrontados pelos senhores do spin a mando do Ministério da Defesa Nacional com tudo menos informação, vale sempre a pena conhecer as razões da nossa luta. Estão aqui.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 260 outros seguidores