Arquivos Mensais: Janeiro 2015

Undisputed

A recente entronização de Alexis Tsipras  – um primeiro-ministro mais novo do que eu! Já não bastava o meu filho mais velho que com 14 anos está praticamente da minha altura… – tem levado muito (e boa) gente a fazer … Continuar a ler

Publicado em Antipsicóticos | Publicar um comentário

Tambor de revólver

Quadrilha João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se … Continuar a ler

Advertisement

Publicado em Anti-histamínicos | Etiquetas | Publicar um comentário

Admirável mundo novo

Uma criança de cinco anos faltou à festa de um amigo da escola, depois de confirmar a presença, e agora o pai corre o risco de ir a tribunal, porque a mãe do aniversariante, ou “queixoso”, quer reaver o dinheiro … Continuar a ler

Publicado em Antiácidos | Etiquetas | Publicar um comentário

Vai que não vai…

… e li, pela primeira vez, um clássico da literatura brasileira. Há muito que o pretendia e há muito que o ia adiando, mas graças às recomendações da Amazon acabei por optar pelo Dom Casmurro de Machado de Assis. Como resenha, … Continuar a ler

Publicado em Anabólicos | Etiquetas | Publicar um comentário

da chick lit para o islão

Tendo a achar piada à chick lit. Desde a sua inventora – a quem nem sempre se dão os créditos – Anita Loos com os seus Gentlemen Prefer Blondes e But Gentlemen Marry Brunettes (e quem não perceber que são … Continuar a ler

Publicado em Genéricos | Publicar um comentário

Foi quando te vi…

Foi quando te vi estendido que percebi. Naquele momento era eu que estava no chão. Foi quando vos vi estendidos que percebi. Naquele momento, em cada um, era eu que estava no chão. Fui eu estendido, fui eu que levantei a mão. … Continuar a ler

Publicado em Corticóides | Publicar um comentário

Do horror

Isto não foi um horror; isto é um horror. E eu não sou Charlie, ninguém é. Perderam-se vidas humanas, pessoas que têm o seu nome próprio. O delas. Esse é que é o meu nome. O de cada uma delas. E … Continuar a ler

Publicado em Ansiolíticos | Etiquetas , | Publicar um comentário