Delicioso

É maldade escalpelizar os deslizes alheios, mas políticos são políticos e se projectam uma imagem é bom que estas sejam pelo menos um bocadinho verdadeiras. E estas leituras de Pedro Passos Coelho, além de inexistentes, são deveras curiosas. E apesar de terem sido apresentadas para consolidar uma imagem consistente e de solidez intelectual, só prejudicam o candidato. É que eu, por exemplo, tenho muita relutância em dar o meu voto a quem lê Tolstoi e Dostoievski antes de Somerset Maugham ou Voltaire antes de Eça. E desconfio de quem lê Kafka em qualquer idade e gosta. Alguém com este perfl de leituras tem duas alternativas: se for falso, é um pavão pretensioso; se for real (na parte não Sartre) revela alguns desequilíbrios de personalidade e não tornam nada a pessoa confiável para candidato a Primeiro-Ministro.

Esta entrada foi publicada em Anti-histamínicos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s